Cesta de compras
está vazia

Mostrar produtos ligados...

Binóculos Áreas de uso Astronomia

Sente-se fascinado pelas estrelas, mas procura algo prático, sem grande esforço? Com alguns binóculos pode mergulhar no mundo da astronomia.

Uns binóculos para a astronomia devem, naturalmente, possuir uma determinada abertura. Binóculos com uma pupila de saída inferior a 4 mm apenas são condicionalmente adequados. A ampliação depende da finalidade da observação. Uns binóculos com uma ampliação reduzida são ideais para obter uma visão geral do céu estrelado ou para procurar constelações.

Para observar os detalhes da Lua ou de planetas, a ampliação deve ser de, pelo menos, 10x ou superior. Muitos clientes preferem binóculos com um foco individual, pois uma vez ajustada à acuidade visual pessoal, não há necessidade de corrigir a focagem. Os clientes usam muito frequentemente binóculos de prisma Porro, uma vez que fornecem uma imagem mais plástica.

Quais as características importantes para binóculos destinados à astronomia?

Que critérios devem ser cumpridos?

A avaliação "muito bons" é obtida pelos binóculos, se cumprirem os seguintes aspetos:

  • A ampliação deve ser de pelo menos 10x, para que se possam ver detalhes no céu.
  • Um diâmetro da lente frontal de 70 mm é um requisito essencial.
  • O diâmetro da pupila de saída não pode ser inferior a 5 mm.
  • Outros critérios de avaliação: dado que muitas vezes as temperaturas caem acentuadamente à noite, os binóculos devem ser "à prova de água". Isto impede a infiltração da humidade do ar, o que poderia provocar o embaciamento no interior dos binóculos, em caso de queda de temperatura. Especialmente para observações acima da altura da cabeça e com ampliações mais elevadas é absolutamente necessário um tripé, pelo que os binóculos devem estar equipados com uma fixação de tripé.
  • Consideramos que o tamanho do campo de visão ou o peso são irrelevantes para a astronomia.
  • Fatores de influência positiva:
    Os materiais especiais das lentes (FL, ED, HD) ou as construções de lentes (APO, Field Flattener) aumentam a avaliação. Para que uns binóculos, que de outra forma apenas conseguiriam uma avaliação de "bons", consigam obter uma avaliação de "muito bons".
  • Fatores de influência negativa:
    Informações sobrepostas no campo de visão, tais como uma bússola, uma placa reticular ou um telémetro integrado, afetam a visão e têm como consequência a desvalorização dos binóculos em uma nota.

Para conseguirem a avaliação "bons", os binóculos devem conseguir os seguintes valores:

  • Ampliação: mín. 7x
  • Diâmetro da lente frontal: mín. 50 mm
  • Pupila de saída: mín. 4,5 mm
  • Montagem de tripé: deve estar disponível, contudo existem soluções, se for necessário.

Para a avaliação "médios", as seguintes características são suficientes:

  • Ampliação: mín. 7x
  • Diâmetro da lente frontal: mín. 40 mm
  • Pupila de saída: mín. 4 mm

Os binóculos com uma ampliação demasiado reduzida ou cuja pupila de saída é inferior a 4 mm são por nós avaliados como "não recomendados" para a astronomia.

As exceções são, evidentemente, binóculos especiais: como o Omegon 2,1x42 para observação do campo estelar.

15.05.2021


Nós oferecemos envio para todo o mundo
Moeda
Serviço
Conselho
Contacto